Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Baião de Dois



O termo baião, que deu origem ao nome do prato, designa uma dança típica do nordeste, por sua vez derivada de uma forma de lundu, chamada "baiano". 1- A origem do termo ganhou popularidade com a música Baião de Dois, parceria do compositor cearense Humberto Teixeira com o "Rei do Baião", o pernambucano Luís Gonzaga, na metade do século XX. 2- O baião, por ser uma mistura de dois elementos da culinária brasileira apreciados e de fácil acesso, o arroz e o feijão, é muito comum em áreas rurais do Nordeste."

Adoro preparar receitas como essa, completa e bem sortida de ingredientes, o que acaba transformando um único prato em uma refeição que dispensa acompanhamentos.
Vamos à receita:
Ingredientes:
- 2 xícaras de feijão de corda cozido (reservar a água)
- 1 xícara de arroz cozido na água do feijão
- 1/2 cebola picada
- 1 linguiça calabresa cortada em cubos
- 100g de bacon cortado em cubos
- 1 paio cortado em cubos
- 2 dentes de alho picados
- 300g de carne seca dessalgada, cozida e desfiada
- 2 colheres (sopa) de coentro picado
- 2 colheres (sopa) de manteiga de garrafa
- 1 xícara (chá) de queijo de coalho em cubos
- Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:

Prepare o feijão de corda do seu jeitinho. Com louro, linguiça, bacon. Quando estiver pronto, separe o caldo do feijão para cozinhar o arroz. Reserve o feijão e o arroz.

Aqueça uma frigideira grande, coloque azeite, um pouco de manteiga de garrafa e frite a cebola. Reserve. 

Corte a linguiça calabresa em rodelas não muito grossas e coloque na panela para dar uma dourada. Corte alguns cubos de bacon com gordura e misture à linguiça. Também acrescente o paio cortado em pedaços pequenos à mistura. Corte dois dentes de alho e deixe dourar por um tempo. 

Em seguida, junte todos os ingredientes que passaram pela frigideira e adicione o feijão de corda e o arroz. Misture.

A carne seca tem que ser dessalgada com pelo menos 12 horas de antecedência. Molhe os ingredientes com um pouco do caldo do feijão que sobrou, a manteiga de garrafa e um pouco de pimenta-do-reino.

Corte cubos do queijo coalho e leve à panela. Adicione por último o coentro picado para dar uma cor ao prato.

Misture e sirva o baião de dois quentinho.

Bom Apetite!!!


Fontes de pesquisa:

Panqueca de Pera e Maçã no Forno


A panqueca do café da manhã ganhou complementos maravilhosos. Além da massa macia e úmida, a pera e a maçã agregam um sabor divino.

Essa é daquelas receitas que só o que se faz é tornar o que já é bom em algo melhor ainda... e que só poderia ter vindo de um “Trem Bom”.

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 40 g de manteiga
- 3 peras sem casca e cortadas em 8 cada uma 
- 1 maçã sem casca e cortada em 8
- 3 colheres de sopa de açúcar mascavo 
- 1 colher de chá de extrato de baunilha
- 1 colher de sopa de suco de limão
- 90 g de farinha de trigo
- 1 pitada de sal
- 1 colher de chá de raspa de limão
- 1 colher de sopa de açúcar
- 3 ovos grandes
- 185 ml de leite
Para servir: iogurte natural (com um pouco de mel)

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 220ºC.

Numa tigela coloque a farinha, o sal, a raspa de limão e o açúcar normal.

Em outra vasilha coloque os ovos e o leite. Reserve.

Derreta a manteiga em uma frigideira (de preferência funda) que possa ir ao forno também.

Jogue as peras na frigideira e cozinhe por uns 5 minutos, mexendo de vez em quando.

Depois coloque o suco de limão, o extrato de baunilha e o açúcar mascavo. Dê uma mexida na frigideira de vez em quando, até que todo o açúcar tenha se dissolvido.

Enquanto isso coloque a mistura de ovos e leite na mistura seca e mexa com um fouet.

Jogue a mistura da panqueca por cima de forma igual.

Leve a frigideira ao forno por 15 minutos.


Sirva com iogurte natural, fica uma delícia!

Bom Apetite!!!

Macarrão com Molho Cremoso de Brócolis


O corre-corre diário que a nossa vida cada dia mais atribulada nos impõe acaba por muitas vezes nos levando a preparar refeições rápidas e sem muita firula, se é que vocês me entendem... rs.

O macarrão que trago hoje é prova disso. Num dia muito atarefado, mas que nem por isso me deixou sem fome, optei por fazer algo mais rápido e o macarrão é sempre uma ótima ideia, concordam?!

O molho cremoso de brócolis foi escolhido pois havia umas sobras na geladeira, então, a ideia me pareceu perfeita.

Devo confessar, sem modéstia, que o macarrão ficou divino e cumpriu bem seu papel de alimentar e satisfazer essa glutona que vos escreve.

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 250g de macarrão gravatinha (ou outro a seu gosto)
- 2 colheres (sopa) de manteiga
- 1 colher (sopa) de farinha de trigo
- 1/2l de leite morno
- 2 xícaras (chá) de brócolis em flores pequenas
- sal e noz moscada a gosto

Modo de preparo:

Começando com o molho, numa panela coloque a manteiga para derreter e jogue de uma vez o trigo mexendo bem para dourar.

Vá acrescentando o leite aos poucos para não empelotar, adicione o sal a gosto, a noz moscada e cozinhe até engrossar.

Acrescente as flores de brócolis, misture e deixe cozinhar por mais uns 5 minutos.

Quanto ao macarrão, cozinhe-o em bastante água com sal, escorra e transfira para uma travessa de servir.

Em seguida, coloque o molho por cima e misture um pouco para agregar ao macarrão.

Se desejar polvilhe queijo parmesão na hora de servir.

Bom Apetite!!!

Quiabo Frito


Antes da receita de hoje compartilho com vocês algumas informações interessantíssimas que descobri sobre o quiabo:

“Pesquisas revelam que a baba do quiabo tem o poder de ajudar no tratamento da diabetes e deve ser cozido inteiro e apenas por cinco minutos, para que não perca os nutrientes. 

Há quem recomende que para a redução de glicose no organismo, deve-se cortar dois quiabos ao meio e deixe-os dentro de um copo de agua em temperatura ambiente. No dia seguinte, retirar os quiabos e tomar a água (uso diário - ver resultado após duas semanas).

O quiabo foi trazido para o Brasil pelos escravos – estudiosos confirmam que o vegetal tem origem na África ou na Ásia.

O quiabo é rico em vitaminas A, B2, B6, C, calcio, alanina, riboflavina, ácido esteárico, enxofre, ácido aspartico, glicosídeos, pectina e combate verminoses, diarréia, inflamação e irritação do estômago, intestinos e rins.”

Outra notícia muito interessante foi a descoberta de alguns estudantes mineiros:

“O “Incrível Quiabo”, como nomeado pelos estudantes, é usado para controlar os níveis de glicose. O laboratório do Colégio Tiradentes da Polícia Militar, na cidade mineira, foi o ponto de partida dessa aventura científica após os três presenciarem o sofrimento de uma colega da escola, que tem a doença.

Os jovens descobriram por meio de uma pesquisa que a ração feita do quiabo, um alimento tradicional da culinária mineira, baixava os níveis de glicose em animais. Foi então que eles decidiram ampliar o estudo para obter o resultado em humanos. "Vimos a pesquisa da Universidade de Campinas (Unicamp) e resolvemos trazer isso, de uma forma mais prática e para dentro da vida das pessoas diabéticas, para ajudá-las também", contou Matheus. 

A descoberta foi que na mucilagem liberada pelo quiabo, conhecido popularmente como a "baba", existe maior concentração de fibras e que é justamente isso que ajuda a baixar os níveis da glicose no sangue. Eles chegaram à conclusão de que pegar dois quiabos, partir ao meio (retirando as pontas) e colocá-los na água era o ponto ideal para se chegar ao resultado positivo. A partir do momento em que água entra pelos poros do vegetal e libera o muco, a água de quiabo está pronta para beber”.

Agora, vamos para a receita de hoje... que é um excelente aperitivo para o happy hour de toda sexta-feira:

Quiabo Frito

Ingredientes:

- 1 kg de quiabo
- 2 ovos
- 1/4 de xícara (chá) de leite
- 2 xícaras (chá) de fubá
- 1 xícara (chá) de farinha de trigo
- sal e pimenta-do-reino a gosto
- óleo para fritar

Modo de preparo:

Lave o quiabo e seque-o com papel-toalha. Elimine as pontas e corte-o em pedaços de 1 cm. Tempere com o sal e a pimenta e reserve. 

Bata os ovos com o leite e reserve. Misture o fubá com a farinha e reserve. 

Ponha o quiabo na mistura de ovo e mexa até que todos os pedaços estejam envolvidos. Acrescente a mistura de fubá e repita a operação. 

Aqueça o óleo e frite o quiabo aos poucos por dois minutos. Escorra em papel absorvente e sirva imediatamente. 

Além de ser um ótimo acompanhamento para muitos pratos, o quiabo frito fica ótimo também como aperitivo.

Bom Apetite!!!



Udon à Minha Moda


“O udon é uma das refeições mais típicas do Japão, uma sopa que equivale a uma refeição. Leve e nutritiva, perfeita para a família.

No Japão, mesmo depois da chegada das redes de fast-food, o udon continua sendo, junto do lámen, a opção de almoço rápido dos japoneses.”

Saboreá-lo nessas noites mais frias é muito reconfortante, eu adoro e tenho minha receitinha preferida, vejamos:

Ingredientes:

- 250g de Udon
- água fervente suficiente para cozinhar
- 2 ½ xícaras (chá) de água para o caldo
- 1 envelope de tempero de peixe (Hondashi)
- 1 colher (sopa) de shoyu
- 1 colher (chá) de açúcar
- 1 omelete feita com 1 ovo
- cebolinha verde picada

Modo de preparo:

Cozinhe na água fervente o Udon durante 6 minutos e escorra. Reserve.

Ferva a água para o caldo, acrescente o tempero de peixe, o shoyu e o açúcar. Mexa bem e apague o fogo.

Coloque o Udon em uma tigela, derrame o caldo sobre ele e enfeite com a omelete cortada fina e cebolinha verde a gosto.

Sirva bem quente!

Bom Apetite!!!


Fonte de pesquisa:
http://www.asiashop.com.br/custom.asp?IDLoja=7773&arq=RecUdon.htm

Pipoca Caramelada


Adoro pipoca... salgada ou doce, com bacon, caramelo ou chocolate... do jeito que for, não importa, elas são deliciosas, irresistíveis!

Quando vi a receita dessa pipoca caramelada fiquei intrigada se seria realmente tão simples executá-la.

E como não tinha outro jeito de descobrir, fui para a cozinha e em poucos segundos estava degustando a minha pipoquinha caramelada, crocante, divina.

Gostei tanto que já estou imaginando outros sabores, sim, porque você pode acrescentar 1 colher de achocolatado ou de morango em pó (Quick).

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 4 colheres de sopa de óleo
- 1 xícara de café de milho de pipoca
- 1/2 xícara de açúcar (qualquer um, usei mascavo)
- 1 pitada gorda de sal

Modo de preparo:

Numa panela de fundo grosso, coloque o óleo e o milho de pipoca. Tampe e estoure a pipoca normalmente em fogo médio.

Quando a pipoca tiver estourado completamente coloque o açúcar e o sal – se a panela estiver muito cheia tire um pouco da pipoca antes. Quando o açúcar começar a derreter abaixe o fogo e misture com uma colher de pau para envolver as pipocas no caramelo que vai se formando.  

Essa parte é rápida e não se pode bobear, senão o caramelo fica muito escuro e a pipoca fica amarga – preste atenção, porque o açúcar continua cozinhando um tempo depois que a gente desliga o fogo.

Coloque a pipoca numa assadeira grande ou numa tigela resistente ao calor e termine de espalhar o caramelo com uma espátula ou colher de pau.

Deixe esfriar e sirva-se.

Bom Apetite!!!


Fonte de pesquisa:
https://thecookieshop.wordpress.com/2014/07/02/pipoca-doce-caramelada-sem-pipoqueira/

Batata Frita em Espiral


Outro dia compartilhei um vídeo no Facebook e, com o link, escrevi: E agora, o que faço com a vontade de comer uma dessas? 

O vídeo das batatas em espiral que o vendedor de rua preparava na hora encheu-me a boca d'água.

Como sou xereta ao extremo não sosseguei enquanto não “tentei” preparar a tal batata.


Até que, assim, de primeira... sem a tal da maquininha que faz o espiral, minha batata saiu bem legal, não é mesmo?!

Vou tentar outras vezes e espero conseguir resultados melhores, mas essa batatinha já ficou muuuito boa, uma delícia mesmo!

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 1 batata grande alongada
- 1 palito para churrasco comprido
- sal, ervas e alecrim seco para temperar
- óleo suficiente para fritar

Modo de preparo:

Descasque a batata e lave, espete o palito introduzindo-o na batata toda.

Com uma faquinha de legumes afiada, comece a cortar do topo em círculos até a base, girando a batata.

Com cuidado vá puxando a batata para baixo para soltar as fatias sem separar.

Frite em óleo bem quente até ficar crocante.


Escorra e salpique sal, ervas e alecrim enquanto ainda estiver quente.

Bom Apetite!!!
Follow Me on Pinterest Web Analytics