Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fraldinha Marinada


Desde a primeira vez que fiz essa carne eu já sabia que logo voltaria a prepará-la de tão macia e saborosa que ela ficou.

No último fim de semana preparei novamente essa receita, que, dessa vez, recebeu como acompanhamentos... maionese, vinagrete e farofa, que completaram a deliciosa refeição. 

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 1 peça de fraldinha (limpa) retire a capa de gordura
- 120ml de shoyu
- 120 ml suco de limão
- 120 ml de óleo de canola
- 50 g açúcar mascavo
- pitada de cominho
- pitada de pimenta do reino
- 1 pimenta dedo de moça
- pitada de sal
- suco de limão a gosto
- sal a gosto
- coentro

Modo de preparo:

Misture o shoyu, o suco de limão, o óleo de canola, o açúcar mascavo, o cominho, a pimenta do reino, a pimenta dedo de moça e o sal em um bowl  e coloque a carne dentro.

Deixe a carne marinando por 4 horas (mínimo).

Retire a carne da marinada, seque e deixe em temperatura ambiente por 30 minutos a 1 hora.

Esquente uma chapa ou frigideira de ferro. Ponha a fraldinha sobre a chapa quente e sele os dois lados (3-4 minutos de cada lado).

Retire a carne da chapa e deixe a carne descansar.

Fatie a carne contra o fio e sele novamente na chapa, sirva acompanhada de maionese, farofa e vinagrete.

Bom Apetite!!!


Fonte da receita: 
http://gnt.globo.com/receitas/receitas/fajitas-recheadas-de-fraldinha-marinada-milho-tostado-e-guacamole.htm


Bolo de Fubá de Canjica com Coco e Goiabada Cascão


Um bolo de fubá simples, enriquecido com coco e goiabada cascão, e que deixou um aroma tão tentador no ar que nem esperamos esfriar para cortar.

A receita é mais uma que trago lá do NacoZinha Brasil, que sempre me enche de inspiração.

Dessa vez, amiga Gina, fiz pequenas alterações para adequar a receita à minha condição de diabética, mas garanto que o sabor final em nada foi alterado.

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 1 1/2 xícara (chá) de adoçante culinário
- 4 ovos
- 4 colheres (sopa) bem cheias de margarina
- 100 g de coco ralado fresco (ou seco, hidratado em 1/2 copo de água)
- 2 copos de iogurte natural (400 ml)
- 2 xícaras (chá) de fubá de canjica
- 1 xícara (chá) de farinha de trigo
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 1 colher (café) de canela
- 1 xícara (chá) de goiabada cascão em cubinhos

Modo de preparo:

Misture 1 colher (sopa) de farinha de trigo com a canela e polvilhe a assadeira já untada. Com o restante, coloque a goiabada em cubinhos e envolva bem, soltando-os. Se necessário, acrescente mais farinha.

Bata em creme o adoçante, a margarina e os ovos. Misture o coco e o iogurte. Peneire o fubá, a farinha e o fermento e agregue à massa. Por último, adicione a goiabada, envolvendo bem.

Transfira a massa para a assadeira preparada e leve ao forno preaquecido a 180° por aproximadamente 30 minutos.


Bom Apetite!!!


Fonte da receita: 
http://www.nacozinhabrasil.com/2012/08/bolo-de-fuba-com-goiabada-cascao.html#more-9808

Quibe de Berinjela Recheado


Adoro berinjela e costumo utilizá-la bastante em diversos tipos de preparo, mas o desse quibe para mim é campeão.

A receita é super fácil e ele fica muito leve e saboroso, perfeito para uma dieta funcional, rica em fibras, o que promove a saciedade e facilita a digestão.

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 2 berinjelas cortadas em fatias e cozida em água e sal
- 1 xícara (chá) de trigo para quibe hidratado com água quente
- 2 colheres (sopa) de ricota fresca light
- 2 colheres (sopa) de salsinha e hortelã picadas
- 1 tomate sem pele e sem semente picado
- ½ cebola picada
- 2 dentes de alho
- 1 colher (chá) de pimenta síria
- 2 colheres (sopa) de azeite
- sal a gosto

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC.

Junte no liquidificador a berinjela, a cebola, a hortelã e o alho. Bata até formar uma massa macia.

Em um bowl, junte o trigo hidratado com a massa de berinjela. Acrescente pimenta síria, sal e azeite e misture bem.

Em uma assadeira untada com azeite, espalhe bem metade da massa. Distribua a ricota, o tomate picado, um pouco da salsinha e azeite. Cubra com o restante da massa.

Com uma faca, faça riscos na diagonal.

Leve ao forno por 20 minutos.

Retire e sirva em seguida.

Bom Apetite!!!


Fonte da receita:
http://luciliadiniz.com/quibe-de-berinjela/

Pudim de Castanha Portuguesa



Após ganhar de presente uma bela porção de castanhas portuguesas fresquinhas e graúdas, não me restou outra alternativa senão procurar uma boa receita para utilizá-las.

Foi assim que, novamente, minha amiga Gina me salvou, publicando no NacoZinha a receita desse delicioso pudim, uma sobremesa requintada e que foi muito apreciada no nosso almoço de domingo.

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 1 lata de leite condensado
- 1 lata de leite (mesma medida do leite condensado)
- 500 g de castanhas portuguesas pesadas com casca
- 1 colher (café) de canela
- 6 ovos

Calda:

1 xícara (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de água

Modo de preparo:

Cozinhe as castanhas em panela de pressão por 20 minutos. Reserve algumas castanhas para decorar. 

Retire cascas e peles e passe no processador uma quantidade que dê para 2 xícaras (chá).

Faça a calda na cor desejada, diretamente na assadeira ou  numa panela e passe para a assadeira. 

Deixe esfriar.

Bata no liquidificador todos os ingredientes e verta numa forma de pudim grande. Leve ao forno a 200°, coberta com papel alumínio, por aproximadamente 45-50 minutos. 

Aproveite a calda que fica na forma, acrescente um pouco mais de água, derreta e ponha as castanhas de molho para absorver a cor. Como fiz o pudim à noite, deixei-as de um dia para o outro nessa calda.


Bom Apetite!!!

Fonte da receita: 
www.nacozinhabrasil.com/2015/02/pudim-de-castanha-portuguesa.html

Charutinhos de Couve


Para quem, assim como eu, ama charutinho de repolho... esses feitos com folha de couve são uma surpresa muito agradável, podem acreditar!

O mais interessante é que eles não precisam de molho algum para acompanhar, pois, por si sós, ficam deliciosos, servindo inclusive como petisco, experimentem!

Vamos à receita:

Recheio

Ingredientes:

- 500 g de patinho moído
- 1/2 xícara (chá) de arroz (cru)
- 1/2 cebola
- 2 tomates italianos
- caldo de 1/2 limão
- 3 ramos de hortelã
- 2 colheres (chá) de pimenta síria
- 1 1/2 colher (chá) de sal
- pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de preparo:

Descasque e pique fino a cebola. Lave, corte os tomates ao meio e descarte as sementes. Corte cada metade em cubos pequenos. Lave e pique fino as folhas de hortelã.

Numa tigela média, coloque todos os ingredientes do recheio, tempere com pimenta-do-reino moída na hora e misture bem com as mãos. Reserve.

Montagem

Ingredientes:

- 2 maços de couve
- 3 xícaras (chá) de caldo de legumes caseiro ou água
- 1 colher (chá) de sal

Modo de preparo:

Lave as folhas de couve sob água corrente. Leve uma frigideira de borda alta com água ao fogo para ferver. Prepare uma tigela grande com água e gelo.

Para branquear as folhas: assim que a água ferver, adicione 1 colher (chá) de sal e mergulhe 3 folhas de couve; deixe cozinhar por 30 segundos - assim as folhas ficam maleáveis para enrolar os charutinhos; com uma pinça, transfira as folhas para a tigela com água gelada para cessar o cozimento e, em seguida, para um escorredor. Repita o processo com todas as folhas.

Para enrolar os charutinhos: disponha uma folha de couve bem aberta na tábua; corte a folha ao meio, bem rente ao talo, no sentido do comprimento e descarte o talo - cada metade se transforma em um charutinho. 

Coloque cerca de 1 colher (sopa) do recheio, deixando cerca de 2 cm da base da folha livre para enrolar; enrole a ponta da folha sobre o recheio, dobre as laterais para dentro e continue enrolando até o fim. Repita com as outras folhas.

Coloque os charutinhos, bem junto um do outro, numa panela média, até cobrir todo o fundo. Faça outra camada sobre a primeira - quanto mais apertadinhos ficarem, melhor, eles não abrem na hora de cozinhar.

Regue com o caldo de legumes (ou água) e leve ao fogo médio. Quando começar a ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar por 20 minutos, com a tampa entreaberta. Desligue o fogo e sirva a seguir.

Bom Apetite!!!


Fonte da receita:
Livro “O que tem na geladeira” – Rita Lobo, página 171.

Enroladinho de Peixe Branco com Molho de Alho-Poró e Limão


Uma refeição saborosa e rápida de preparar é tudo que precisamos para otimizar o pouco tempo que a correria do dia a dia nos impõe, um prato delicioso e repleto de sabor.

Vamos à receita:

Ingredientes:

- 4 filés de pescada-branca
- 2 talos de alho-poró
- 2 dentes de alho
- 1/2 xícara (chá) de vinho branco
- 1 colher (sopa) de manteiga
- azeite a gosto
- sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
- palitos de dente para prender os enroladinhos

Modo de preparo:

Lave e seque bem os alhos-porós. Corte os talos em rodelas médias, descarte as pontas com a raiz e reserve as folhas para outra receita. Com a lateral da faca, amasse os dentes de alho e descarte  as cascas. Reserve.

Tempere os filés de peixe com uma pitada de sal. Na tábua, enrole cada filé no sentido do comprimento para formar um rolinho e prenda com dois palitos de dente.

Leve uma frigideira média com bordas altas ao fogo médio. Quando aquecer, derreta a manteiga, junte o alho-poró e os dentes de alho e refogue por cerca de 2 minutos - o alho-poró deve murchar e o alho perfumar o preparo. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Junte o vinho e deixe ferver por 1 minuto para o álcool evaporar (se preferir, cozinhe o peixe apenas em água e caldo de limão).

Acrescente os rolinhos e complete com água, até cobrir a metade dos peixes (cerca de 1 xícara (chá)). Regue cada rolinho com um fio de azeite para não ressecar e aumente o fogo.

Quando ferver, abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar por 10 minutos, até que os peixes estejam cozidos, mas ainda firmes - não deixe muito tempo no fogo para que o peixe não desmanchar. Enquanto isso, prepare o cuscuz marroquino.

Cuscuz Marroquino com Laranja

Ingredientes:

- 1 xícara (chá) de cuscuz marroquino
- 1 xícara (chá) de caldo de laranja (cerca de 2 laranjas-baía)
- 1 colher (sopa) de azeite
- 1 colher (chá) de sal
- amêndoas laminadas

Modo de preparo:

Numa tigela coloque o cuscuz marroquino e tempere com o azeite e o sal.

Esprema e coe o caldo de laranja. Leve ao micro-ondas para aquecer por cerca de 1 minuto - não deixe ferver para não amargar. Regue o cuscuz com o caldo, misture e tampe com um prato. Deixe hidratar por 5 minutos.

Imediatamente depois, solte os grãos com um garfo. Finalize com amêndoas laminadas e sirva a seguir.

Bom Apetite!!!


Fonte da receita:
Livro "O que tem na Geladeira" - Rita Lobo, página 56.

Kafta no Espeto


Para variar o uso da carne moída, que tal montar uns espetinhos com ela muito bem temperada?!

Servida com molho de iogurte e hortelã ou fatias de limão, é sucesso garantido em qualquer refeição ou happy hour... podem confiar!!!

Ingredientes:

- 500 g de patinho moído
- 1/2 cebola picada fino
- 2 colheres (sopa) de salsinha picada
- 2 colheres (sopa) de coentro picado
- 1 colher (sopa) de hortelã picada
- 1 colher (chá) de cominho
- 2 colheres (chá) de páprica doce
- 1/2 colher (chá) de pimenta-síria
- 1/2 colher (chá) de canela em pó
- raspas de 1 limão
- 1/2 colher (chá) de sal
- espetos de bambu para montar as kaftas
- azeite a gosto

Modo de preparo:

Coloque os espetos numa assadeira e cubra com água. Deixe de molho enquanto prepara a carne - isso evita que eles queimem na hora de grelhar.

Numa tigela grande, junte a carne moída, a cebola e as ervas picadas. Tempere com o sal, o cominho em pó, a páprica doce, a pimenta síria, a canela, as raspas de limão e misture bem com as mãos.

Retire os espetos da água. Com as mãos úmidas, modele as porções de carne ao redor de cada espeto - aperte delicadamente para as kaftas ficarem presas no palito.

Leve uma chapa (ou frigideira antiaderente grande) ao fogo médio. Quando aquecer, pincele azeite nas kaftas e disponha os espetinhos na chapa, um ao lado do outro. Deixe dourar por cerca de 3 minutos, vire e deixe dourar por mais 2 minutos.

Sirva a seguir, com molho de iogurte e hortelã ou simplesmente com fatias de limão.

Bom Apetite!!!


Fonte da receita: 
Livro “O que tem na geladeira” - Rita Lobo, página 191.

Follow Me on Pinterest Web Analytics