Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lulas à Dorê



Minhas experiências com lula até pouco tempo atrás não deram muito certo não! Quando não ficavam borrachudas, perdiam a crocância, e aí ficava aquela coisa horrível e incomível...rs!
Pesquisando na net, encontrei algumas receitas duvidosas quanto ao resultado, mas entre elas estava esta do blog
http://fromourhometoyours.blogspot.com/, da amiga Cris, e assim não tive dúvidas, seria a receita dela que testaria. Confesso que o resultado me agradou bastante, pois consegui que ficassem crocantes, e para não ficarem borrachudas o segredo é não se demorar demais na fritura.
Um excelente petisco para um fim de tarde de muito calor...acompanhado de uma cervejinha bem gelada. A Cris ainda diz que pode servir acompanhado de um molhinho tártaro.
Bom, vamos à receitinha, que é muito simples, apesar das etapas de preparação!


Ingredientes:

Para empanar:
1 xícara de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de Maizena
1/2 colher de chá de fermento em pó (deixa o empanado crocante)
1/2 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de páprika ou tempero baiano

2 ovos
1/2 xícara de leite

Modo de Preparo:

1) Lave os anéis, tempere com sal, pimenta, limão, alho e deixe tomar gosto por uma hora.

2) Bata os ovos e o leite em uma tigela e reserve.

3) Coloque a farinha com todos os temperos em um papel manteiga grande ou tigela.

4) Passe os anéis pela farinha e retire o excesso (eu uso uma peneira), passe então pelos ovos batidos e outra vez pela farinha. Retire novamente o excesso na peneira. Caso necessário, repita a operação ovo/farinha, quanto mais melhor para ficar bem crocante.

5) Frite em óleo quente e abundante até dourar, não deixe muito tempo pois a lula fica borrachuda. Escorra o excesso de gordura sobre papel absorvente e sirva com rodelas de limão e molho tártaro.

Bom Apetite!!!

13 comentários:

Tatiana postou o comentário número:

Agora você pegou no meu ponto fraco!!! De todos os frutos do mar a lula é o meu preferido!!! Também já fiz em casa e tive o mesmo problema, ficou durinha.
Vou provar essa receita!!!
Adorei!!!
Bjs

Figos & Funghis postou o comentário número:

Hummm, lula a dorê é um dos meus petiscos prediletos. Mas por ser fritura nunca fiz em casa, costumo comer em restaurantes essa iguaria.
Bjinhos

»¤Þ䵣䤫 postou o comentário número:

Nossa Rachel, deve ter ficado super gostosa essa lulinha hein, receita anotada minha amiga! Bjokas

SUELY PERES postou o comentário número:

Adoramos esse petisco aqui em casa, sempre faço, mais nunca adicionei o fermento, vou testar. beijinhos

João Mario postou o comentário número:

Rachel, gosto muito de lulas a dorê e costumo fazê-las com cerveja, fica uma delícia depois te passo a receita. As suas devem ter ficado demais!!!
Um abraço

Larana postou o comentário número:

Uma delicia, por norma faço as minhas lulas na actifry ou simples no forno, também saem uma delicia e nunca falham.

As tuas ficaram deliciosas.
Beijinhos:)))

ameixa seca postou o comentário número:

Aqui chamamos a isso de calamares e eu adoro comer assim, só com uns gomos de limão por cima para cortar a gordura da fritura :) Com molho tártaro nunca provei.

Federica postou o comentário número:

questi calamari devono essere veramente squisiti!! complimenti!

Laura Lucia postou o comentário número:

Rachel,
Você é muito corajosa, pois fazer estes anéis de lula ficarem bons, é fogo! Bem, mas você descobriu o segredo, que maravilha.
Bem que eu gostaria de provar estes aí; parecem-me bem crocantes e saborosos.
Bjks

Bá Maglia postou o comentário número:

Adoro lula! É, como a Tati, minha favorita absoluta!Um outro jeito para que elas não fiquem borrachudas é deixá-las por 10 minutos de molho em leite integral antes de empanar ou fritar (no caso de alho e óleo) . Não me pergunte como, mas que funciona,funciona!
Beijos

Follow Me on Pinterest Web Analytics