Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Puchero



“Puchero é um tipo de ensopado preparado na Argentina, Uruguai e Espanha, especificamente na região da Andaluzia e Ilhas Canárias. O nome vem da palavra espanhola "puchero" que significa "panela".
"Na Andaluzia, o puchero é originalmente, comida camponesa. Seus principais ingredientes são: grão de bico, carne de bovino e / ou frango, bacon, costelinha de porco, sal, ossos de presunto, batatas e legumes, tais como o repolho, aipo, abóbora, acelga, cenoura e nabos. O prato é comido tradicionalmente ao longo de vários dias. No primeiro dia, o cozido é normalmente consumido com arroz, enquanto no segundo dia é tradicionalmente acompanhada por macarrão.” (Fonte : .wikipedia.org/wiki/).

Tenho que explicar por que resolvi fazer esse prato hoje, e a estória começa há uns 8 anos, quando minha família recebeu a visita de uns parentes lá de Goiás, especificamente da cidade de Itaguaru, distante 1.187 km de São Paulo.
Pois bem, nessa visita preparei para eles esse puchero, porque eles não conheciam grão de bico. Foi um sucesso, eles adoraram, e a receita marcou. Tanto que nesse último feriado foi a minha vez de visitá-los lá em Goiás, e ao lembrarmos daquele dia veio a vontade de repetir o prato. Ok, percorri 4 mercadinhos da cidade e não encontrei grão de bico(vocês acreditam), disseram-me que só na capital eu encontraria, mas como estava distante uns 150 km, restou-me a frustração por não conseguir preparar para eles novamente essa delícia de prato. Ficou a promessa de uma próxima visita, e na mala alguns kilinhos de grão de bico.
Bom, mas chega de conversa e vamos à receita que vou tentar descrever exatamente como preparo, porque não tenho receita específica.

Ingredientes:
- 250g de grão de bico (lavado e colocado de molho no mínimo por 6 horas)
- 150g de bacon picado
- 1 gomo de lingüiça calabreza cortada em rodelas
- 1 gomo de paio cortado em rodelas
- 200g de costelinha defumada
- 1 cebola média picada
- 2 dentes de alho esmagados
- 1 cenoura grande picada
- 1 ½ l de água fervente
- 1 colher (sopa) bem cheia de extrato de tomate
- azeitonas verdes
- sal, pimenta calabreza, louro, cheiro verde
- 150g de peito de frango cozido cortado em pedaços médios

Modo de preparo:
Em uma panela de pressão coloque o bacon para fritar e acrescente também as linguiças e a costelinha. Deixe fritar um pouco, coloque o alho, a cebola, refogue e acrescente o grão de bico e a cenoura. Adicione a água, tempere a gosto com sal, pimenta calabreza e 1 folha de louro. Dissolva o extrato de tomate na água, verifique o tempero, feche a panela e ao pegar pressão conte 10 minutos.
Espere sair a pressão da panela, destampe, volte ao fogo, coloque as azeitonas e o frango, verifique novamente o tempero, acrescente o cheiro verde e desligue o fogo.
Pronto, sirva acompanhado de um arroz branco, polvilhando com queijo ralado se gostar.
Bom Apetite!!!





O grão-de-bico é um legume com importantes qualidades culinárias e nutritivas, sendo rico em proteínas, sais minerais e vitaminas do complexo B. Além disso, devido à grande quantidade de celulose contida na casca, o grão-de-bico estimula o funcionamento dos intestinos.
O grão de bico, do ponto de vista nutricional, é um excelente alimento. Devido à sua grande quantidade de amido, é usado pelo nosso organismo como fonte de energia. É pobre em água e gorduras, e está isento de colesterol.
Cada 100g de grão, contém 6g de fibras, sendo nas sua maioria, fibras solúveis, ajudando de uma forma bastante eficaz o nosso organismo a eliminar açúcares, gorduras e o colesterol. (Fonte: .wikipedia.org/wiki/)

23 comentários:

Tânia Saj postou o comentário número:

Rachel..estamos em sintonia, pois o almoço de ontem foi puchero e caiu deliciosamente bem, porque estava bem friozinho!
Como esse Brasil é gigante, não? Tão estranho quando falamos que não encontramos determinado ingrediente em algum lugar. Ontem descobri que a Gila que tanto usam em Portugal tem sim por aqui, lá no extremo sul.
Essa sua foto tá um escândalo de linda!
Beijinhos e ótimo final de semana!

Inês - Cardápio de Sabores postou o comentário número:

obrigada pela visita! é extremamente parecido com o que chamo "rancho". está com bom aspecto! a tacinha é gira!!

Alê Carla postou o comentário número:

Hummmmmmmmmmmmmm...Que delícia de receita, Rachel!
Vim retribuir a sua visita e me deparei com esse prato maravilhoso! Já copiei e vou fazer no final de semana!!!
Beijocas!

Nane Cabral postou o comentário número:

Olá Rachel, vivendo e aprendendo... minha mãe faz esse prato e não sabia que o nome era esse. Bjinhos, Nane www.vovoqueensinou.blogspot.com

cocinadepepe postou o comentário número:

Hola Rachel, gracias por tu comentario en mi blog, este puchero es un plato típico de España pero en cada región o comunidad española se hace distinto de todas formas es un buen puchero y esta muy rico como el tuyo, un saludo de José luis

Marlene e João postou o comentário número:

É tipo um cozido a Portuguesa :D
Beijinho doces e bom fim de semana*.*

juan el catalan postou o comentário número:

Hola Rachel, gracias por pasar por mi blog, como dice Pepe el puchero es muy tipico y se hace de mucha maneras y todas estan buenas, un saludo.
JUAN

»¤Þ䵣䤫 postou o comentário número:

Delicioso Rachel! Tenho uma receita de Puchero lá no meu blog também! Bjinhos

Abobrinhas na Cozinha postou o comentário número:

Nossa Rachel, essa receita é incrível mesmo! Minha família é espanhola, e puchero reina em várias comemorações de família! rsrs... Todo mundo ama! Minha avó que cozinha e sempre sai muuuuuuito bom!
Parabéns, deve ter ficado gostoso demais!
Beijocas!

Tatiana postou o comentário número:

Mais uma das comidas "com sustança" (como dizem no interior)que eu adoro!!! Lindo!!!

MªJosé postou o comentário número:

Hola gracias por compartir tus recetas, será un placer seguirte.
Un saludo de Mªjosé

welze postou o comentário número:

quando faço esse prato aqui em casa, nem perco tempo em fazer arroz, todos comem com torradas e uma pimentinha da boa.

Dani postou o comentário número:

Oláa .. Parece tao apetitoso esse prato!!! Com um arroz então.. Adorei! :)

Bjos

Lourdes Sabioni postou o comentário número:

Ai, Rachel, faz anos que não faço um Puchero, me deu saudades!!! Aqui meu povo não é muito chegado ao grão de bico mas eu adoro!!! Bjs

Vera Costa postou o comentário número:

Oi Rachel, obrigada pela visita. Já comi o seu "puchero" com outro nome, em casa de amigos portugueses. Quanto a dificuldade em achar ingredientes, já passei por coisa pior:quando morei no oeste da Bahia,quase divisa com Goiás, fui á rua procurar a baiana do acarajé. Quase riram na minha cara, pois lá não tinham o costume de comer acarajé,rsss
Seu Blog é 10!
Beijos

Pilar - Lechuza postou o comentário número:

Moitas grazas por visita-lo meu blog. Coido que entenderás o galego. Este pucheiro ten un aspecto maravilloso.
unha apreta

Pierre Corneille postou o comentário número:

Perfeito como comfort food. Adorei seu blog, já linkei lá no meu e estou te seguindo. Bom fim de semana!

inspirações da Jô postou o comentário número:

Hum!!!!!!Muito , muito saboroso!!!!!!!
Você arrasa na cozinha hein?
Beijos!!!!!!

Luciana B. postou o comentário número:

Oi Rachel, obrigada pela visita ao meu blog! Adorei aqui também, este puchero está divino, eu também faço quando vem muita gente almoçar em casa, é um prato delicioso...

Gina postou o comentário número:

Rachel, pra nós o grão-de-bico é tão comum. É incrível que não seja encontrado lá na cidade dos seus amigos.
Puchero não provei, mas a filha certamento sim, pois morou na Argentina e na Espanha.
Gosto de receitas que têm a cultura associada e procuro sempre divulgar isso, como você fez.
Vou acompanhar seu blog para trocarmos "figurinhas"
Bjs.

Anônimo postou o comentário número:

provei desta receita no domingo e foi uma experiencia voliosa!
o caldo é excelente. confort food total.
abs

Follow Me on Pinterest Web Analytics