Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Alimentação Vegetariana


Queridos leitores,

Não sou vegetariana, não conhecia nada sobre essa opção de alimentação quando publiquei o post abaixo sobre Panquecas Vegetarianas, nomeei-o assim porque era dessa forma que estava no site de onde tirei a receita.

Como houve um comentário feito por uma pessoa que infelizmente não se identificou, resolvi pesquisar e fazer o presente post para esclarecer o porquê dessa receita ter sido classificada como vegetariana.

Das pesquisa que fiz, a melhor e mais detalhada informação foi retirada desse site, e, assim como eu, vocês poderão entender que existem vários tipos de vegetarianismo, sendo o vegano o mais radical deles.

Vejam:

Tipos De Vegetarianismo

Dentro deste género de alimentação, existem vários tipos de dietas vegetarianas, umas mais rigorosas do que outras.

Ovo-lacto-vegetarianismo
Esta dieta não inclui qualquer tipo de carne ou peixe, mas inclui, para além dos alimentos de origem vegetal, os ovos, o leite e os seus derivados.

Ovo-vegetarianismo
Uma variação da dieta apresentada acima, este plano alimentar não abrange qualquer tipo de carne ou peixe, nem produtos lacticínios. Aos vegetais e frutas, juntam-se apenas os ovos.

Lacto-vegetarianismo
Por sua vez, este tipo de alimentação vegetariana exclui qualquer tipo de alimento animal, incluindo os ovos, mas não os produtos lacticínios, como o leite, o queijo e os iogurtes, que acompanham a fruta e os vegetais.

Veganismo
Esta é a dieta mais rígida do mundo dos vegetarianos, sendo única e exclusivamente composta por alimentos vegetais produzidos pela terra. Estão excluídos todos e quaisquer produtos de origem animal (carnes, ovos, lacticínios e até gelatina e mel!) incluindo aqueles que, não tendo vestígios de animal no produto final, recorreram aos mesmos durante a sua produção (caso do açúcar ou do vinho).

Pesco-vegetarianismo
Neste plano alimentar, o menu exclui, por completo, a carne, mas permite o consumo de peixe e marisco.
Semivegetarianismo
Bastante flexível, esta dieta apenas exclui a carne vermelha, sendo que estes vegetarianos consomem carne de aves, peixe, ovos, leite e outros derivados, a par da fruta e vegetais.

Crudivorismo
Para além de omitir todos os produtos de origem animal, neste regime, nenhum dos alimentos são cozidos. Os adeptos desta forma de vegetarianismo acreditam que o processo de cozinhar retira uma elevada quantidade de nutrientes à comida, daí só consumirem alimentos crus, caso dos vegetais, sementes, grãos germinados, algas, frutos frescos e secos (hidratados).

Frugivorismo
Quem optar por esta vertente do vegetarianismo, alimenta-se exclusivamente de fruta e sementes: banana, manga, tomate, pepino, abóbora, abacate, nozes e amendoim, por exemplo. Tal como os crudívoros, os frutívoros mais rígidos não cozinham os seus alimentos. Por sua vez, os frutívoros mais flexíveis, que seguem uma dieta muito próxima do veganismo, já optam por cozinhar. Aqui, a única excepção é que excluem os alimentos que matam as plantas como, por exemplo, batatas, cebolas, cenouras, soja e alfafa.

Nesse site vocês também encontram outras informações muito úteis àqueles que querem seguir esse tipo de alimentação.

Não é o meu caso, foi assim numa ou outra receita simplesmente por conta de se tratarem de opções saudáveis e nutritivas de alimentação.

Espero com esse post ter conseguido esclarecer à minha leitora anônima e aos demais que não sou vegetariana e nem conheço tanto sobre o assunto, mas que uma boa pesquisa coloca os "pingos nos is"; ah, isso coloca, não é mesmo colegas?!

Abraços a todos! 

Fonte de Pesquisa:
http://asminhasreceitas.com/artigos/introducao-alimentacao-vegetariana

Imagem:
http://blog.opovo.com.br/yoga/dieta-para-viver-feliz/dieta-vegetariana-frutas1/

13 comentários:

Margarida Abreu postou o comentário número:

Ohhhh Rachel nao tinha que ser vc minha amiga a fazer esse trabalho de casa, quem tinha de o fazer era quem se sentiu incomodada com o assunto e aí denotou uma tremenda falta de conhecimento, eu tb nao sou vegetariana, mas sei que tem varios tipos de vegetariano, e ca em casa ja tenho apelidada alguma comida de vegan. O post esta fabuloso!!!

Beijocas

Amehlia Digital ® postou o comentário número:

Quel, sou vegetariana e faço consumo de leite e ovos. Não se prenda a comentários q não querem ajudar. Existem aqueles q são radicais e não consomem nada de origem animal. Sua receita pode sim ser classificada como vegetariana pois vc não fez uso da carne... e colocar como ovo-lacto-vegetariana é um bobagem. Quem não faz uso da carne por princípios não se apegará a esse pequeno detalhe. É como quem não come cebola, vai, aprende e substitui pelo q quer. Adorei suas panquecas!!
Ajudar é o que importa!

Um bejim minha amiga!

Noemia Martins postou o comentário número:

Rachelzita, se a comentadora anônima usasse o São Google saberia tudo isso!
Entretanto, é um belo post sim senhora! Dá pra esclarecer até ao mínimo detalhe!!!
E as panquecas, boas, boas!!!
Beijos,
:o)

Falo Female Boutique postou o comentário número:

Amada, adorei....
Ultimamente tenho percebido que uma série de pessoas tem confrontado nossos posts, e isso é ótimo, pois temos procurado cada vez mais nos esclarecermos em diversos assuntos...
Parabéns, excelente trabalho...

luci postou o comentário número:

Adorei o post amiga e as panquecas são divinas beijos

Bombom postou o comentário número:

Oi, Rachel, ontem vi a tua receita de Panquecas Vegetarianas, mas não tive ocasião de comentar. Gosto imenso de panquecas doces, mas salgadas nunca faço. E afinal podem ser tão agradáveis e leves! Alem disso prestam-se a uma grande variedade de recheios, não é? Eu não conhecia o "moyashi", pois tal como a São disse atrás, aqui em Portugal só se vendem os rebentos de soja ( que também é da família dos feijões).
Gostei muito do teu post de hoje. Também não sou vegetariana, mas aprecio muito a cozinha saudável e muitas vezes uso receitas vegetarianas. Apesar de já conhecer muito da filosofia do vegetarianismo, hoje aprendi muito com o teu texto. Obrigada. E a propósito de anónimos, às vezes mais valia estarem calados já que não têm coragem para assinar. Bjs. Bombom

Maria de Lourdes Ruiz postou o comentário número:

Raquel minha querida não precisava tanto trabalho, pois sabemos que fazer pesquisa é uma coisa trabalhosa, não é apenas pegar uns site que fala sobre o assunto e colher informações, tem que saber se o site é idôneo ou confiável e isso demanda tempo. Eu conheço pouco de comida vegetariana, mas acredito que sua panqueca pode sim ser classificada como vegetariana. Mas ponto para você, que é uma pessoa do bem e se preocupou com a sua leitora, embora penso que ela não mereça sua preocupação, porque eu não senti da parte dela um legítimo questionamento e sim apenas querer ser do contra.
Bjs

Renata postou o comentário número:

Pois é Rachel, nós blogueiras estamos sujeitas a esses tipos de comentários. Bela atitude a sua em esclarecer sua anônima leitora.
E nós aproveitamos para aprender mais um pouco :) Muito informativo seu post.
bjsss

Larissa Banister postou o comentário número:

Rachel legal saber disso, eu nunca entendi essas diferencas entre vegetarianos. Ando procurando receitas vegetarianas, apenas pq em geral ha uma preocupacao maior com a saude. Tenha uma ótima semana, bjos =*

Viviane Alves postou o comentário número:

Muito bom esse post Rachel mas acho q não conseguiria viver totalmente sem carne!
Obrigada querida pela mensagem carinhosa no dia do meu aniversário
bjs
Vivi
www.viviass.blogspot.com.br

Follow Me on Pinterest Web Analytics