Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Goulash com Knödel



“O goulash é um guisado de carne de vaca a que por vezes se adiciona carne de porco, cortada em cubos e rapidamente alourada em gordura quente, juntando-se-lhe então farinha, cebola e especiarias, sendo depois o conjunto cozido em água. O autêntico goulash húngaro (comida de vaqueiros) era preparado pelos pastores húngaros com carne de vaca cozida, cebolas, banha de porco, pimentão, cominho e água, sem adição de farinha. Alguns povos como os alemães costumam tomar como sopa acompanhada de nhoque de batatas; outros já sugerem acompanhamento de arroz branco, ou alguma massa como macarrão ou spaguetti, não deixa de ser uma boa sugestão.

O autêntico goulash (significando, em húngaro, “comida de vaqueiros”) era preparado pelos pastores húngaros com carne de vaca cozida, cebolas, banha de porco, pimentão, sal e água. Era uma espécie de sopa de carne condimentada. Com o tempo, os húngaros vieram a tratar o cultivo e a preservação dos pimentões como uma arte especial. Aperfeiçoaram a secagem deste produto e criaram o pimentão em pó, ou seja, a páprica. Doce ou picante, não importa, ela valoriza qualquer prato.”

Havia ficado com água na boca quando vi as fotos do blog da amiga Tata Nani...então, depois de pesquisar muito, encontrei a receita de knödel que queria, e estava me preparando para executá-la quando pensei que seria ótimo um goulash para acompanhar, pois é justamente assim que os húngaros e alemães gostam de servir.
Achei que não seria possível, pois toda receita que via de goulash tinha uma série de ingredientes que no momento eu não dispunha.

Mas, lendo com atenção o site de onde retirei minha receita de knödel, observei um trecho do texto que dizia assim:

Receita básica de “goulash”:

Atente para o fato de que ele não recebe uma só colherada de massa de tomate, purê de tomate, ou tomate em qualquer forma. Nada contra o tomate, estrela da culinária italiana, mas na Hungria quem manda é Sua Excelência, o pimentão vermelho.

Pegamos um quilo de alcatra ou outra carne e a cortamos em cubinhos. Refogamos numa panela com óleo, acrescentamos sal , uma cebola média picada, um dente de alho laminado e duas colheres de sopa bem cheias de páprica doce. Adicionamos um copo de água e deixamos cozinhar. Após uns 30 minutos de cozimento, adicionando água suficiente pra fazer caldo sempre que estiver por secar, se a carne estiver macia, juntamos uma colher de sopa de amido de milho dissolvida em um pouco de água e um punhado de salsa e cebolinha verde e molho de pimenta (opcional). Mais um minuto no fogo e está pronto.

Pronto, justamente o que queria, fiz exatamente como indicado aí em cima e ficou maravilhoso!

Para os Knödel usei a seguinte receita:


Kartoffelknodel (Bolinhos de Batata)

1 fatia grande de pão branco (tipo italiano) sem casca e cortado em cubinhos pequenos, 1 e ½ colher de sopa de manteiga, ½ quilo de batatas cozidas, amassadas e frias, 100 a 125 gramas de farinha de trigo, 1 pitada de noz-moscada em pó, sal e pimenta a gosto.

Dourar o pão na manteiga. Passar as batatas pela peneira e temperar bem com sal, pimenta e noz-moscada.
Adicionar a farinha e amasse bem a mistura para formar uma massa firme. Trabalhar até ficar seca a ponto de não mais grudar nas mãos, mas ainda úmida o bastante para não se partir.
Achatar uma colherada de massa na palma da mão, colocar um cubinho de pão frito no centro da massa e moldar. Usar o restante da massa e do pão frito, formando bolinhos de pingue-pongue.
Colocar os bolinhos numa panela com água quase fervendo, em fogo baixo, tomando cuidado para que não grude entre si. (cozinhar em 2 etapas, caso seja necessário) Depois de aproximadamente 1 minuto os bolinhos deverão subir à superfície.
Cozinhar por mais 4 a 5 minutos, retirar com uma escumadeira e conservar aquecidos enquanto cozinha o resto. Sirva logo em seguida

Espero que gostem da receita, aqui em casa foi aprovadíssima!

Bom Apetite!!!



Fonte da pesquisa: http://www.posto7.com.br/receitaknodel.htm


12 comentários:

Tata Nani postou o comentário número:

Rachel, o meu Knödel feito em casa sempre fica um horror: muito rígido e borrachento, nunca igual os feito com a massinha de caixa comprada pronta (a mistura pra Knödel). Só tenha a lhe dizer: meus parabéns! Estao com uma aparência linda, e devem ter ficado bem gostosos...
Sobre a receita que vc disse ter encontrado, de pao, há essa outra variedade, que se chama Semmelknödel (Knödel de pao branco), que é uma massa feita a partir de paes amanhecidos, temperada com salsinha e cebola, "ligada" com os devidos ingredientes, e cozida depois, da mesma forma. A forma mais usual de comer este último, é com um molho feito de Pfefferlinge (um tipo de cogumelos, tb chamados de Chanterelle). Esta semana ta programado pra sair aqui em casa, vamos ver no que vai dar! rs
Beijao,
Tata

Maria José postou o comentário número:

Olá Rachel,

só para dizer que votei no seu blog, Prémio BLOG BOOKS. Boa Sorte para si.

Bjinhos
Papinha Doce

Tata Nani postou o comentário número:

Só corrigindo o nome: é Pfifferlinge - dos cogumelos, rs.
Bjos,

temperoespecial postou o comentário número:

Parece estar uma delícia! Parabéns pelo blog, tem ótimas receitas!

Cris postou o comentário número:

Gostei de saber a origem do goulash! Parece deliciosa sua receita. Bjs

Fla postou o comentário número:

Nossa que delícia.
Meu marido é o rei do goulash lá em casa, mas estes bolinhos devem ser deliciosos. Amei sua receita.
Beijos

angela postou o comentário número:

Raquel, o goulash ficou divino e muito bem acompanhado pelo knodel. bjs

Tida. postou o comentário número:

Embora destronque a língua para tentar falar estes nomes, gostei das receitas.
Ficaria mais fácil dizer bolinhos de batata e carne picadinha. Mas você está ficando muito chic.
Falando sério, gostei muito das receitas. Tenho uma receita de gulash que nunca fiz. Quem sabe não é igual a sua? Acho que vou fazer...

...Noêmia! postou o comentário número:

Rachel, eu não sei, minha amiga, se você serviu essas maravilhas no almoço ou no jantar. O que eu sei é que queria muito estar presente e ajudá-los a apreciar tudo isso! Assim que o frio chegar por aqui, vou correndo preparar. Post devidamente copiado e colado no meu arquivo "receitas dos blogs amigos"!
Beijocas!
:o)

Follow Me on Pinterest Web Analytics